ESTIAGEM: Governo de PE decreta situação de emergência em Gravatá e outras 61 cidades

0
844

Publicado no Diário Oficial, o decreto explica que o estado de estiagem ocorrerá por um período de 180 dias

Foto: SECOM / Gravatá

Mais Agreste

A redução das chuvas e a queda nas reservas aquíferas no Agreste do estado levou o Governo de Pernambuco a declarar, na manhã desta quinta (24), estado de emergência em 62 municípios. No decreto publicado no Diário Oficial, também aparece a cidade de Gravatá.

O documento explica que os órgãos estaduais localizados nas áreas atingidas, responsáveis pelo problema, em parceria com as prefeituras municipais, vão adotar medidas necessárias para combater o problema.
O estado de estiagem ocorrerá por um período de 180 dias.

Além de Gravatá, os municípios atingidos pela situação de emergência são Agrestina, Águas Belas, Alagoinha, Altinho, Angelim, Belo Jardim, Bezerros, Bom Conselho, Bom Jardim, Bonito, Brejão, Brejo da Madre de Deus, Buíque, Cachoeirinha, Caetés, Calçados, Canhotinho, Capoeiras, Casinhas, Cumaru, Cupira, Feira Nova, Frei Miguelinho, Garanhuns, Iati, Ibirajuba, Itaíba, Jataúba, João Alfredo, Jucati, Jupi, Jurema, Lagoa do Ouro, Lajedo, Limoeiro, Orobó, Panelas, Paranatama, Passira, Pesqueira, Pedra, Poção, Riacho das Almas, Sairé, Salgadinho, Saloá, Sanharó, Santa Maria do Cambucá, São Bento do Una, São Caetano, São João, São Joaquim do Monte, São Vicente Férrer, Surubim, Tacaimbó, Taquaritinga do Norte, Terezinha, Tupanatinga, Venturosa, Vertente do Lério e Vertentes.

Deixar um comentário

Por favor, digite seu comentário
Por favor, coloque seu nome aqui