Tuka Rocha, ex-piloto da Stock Car, morre após acidente de avião na Bahia

0
527

Tuka estava entubado para se recuperar de intoxicação causada pela inalação de gases tóxicos e de queimaduras

Foto: Internet

UOL

O ex-piloto de Stock Car, Tuka Rocha, de 36 anos, não resistiu aos ferimentos de um acidente aéreo e morreu na manhã deste domingo (17). A informação foi confirmada ao UOL pela Secretaria de Saúde da Bahia.

Tuka, que se chamava Christiano Chiaradia Alcoba Rocha, estava no jatinho que caiu durante uma tentativa de pouso na pista de um resort em Barra Grande, Bahia, na quinta-feira (14). Ele é a terceira vítima fatal do acidente. As irmãs Maysa Marques Mussi, de 27 anos, e Marcela Brandão Elias, de 37, também morreram.

Tuka Rocha teve 80% do corpo queimado e estava entubado para se recuperar de intoxicação causada pela inalação de gases tóxicos e de queimaduras. Ele passou por cirurgia durante a madrugada de sexta-feira para a limpeza das queimaduras. Ontem, os médicos informaram à família que seu estado era irreversível. Ainda não há informações sobre o velório, que deve acontecer em São Paulo.

Também estavam na aeronave os maridos de Maysa, Eduardo Mussi, e de Marcela, Eduardo Trajano Telles Elias, o filho deles, Eduardo Brandão, de 6 anos, Marie Cavelan, Fernando Oliveira, o piloto da aeronave Aires Napoleão Guerra e Marcelo Constantino, neto do fundador da Gol, Nenê Constantino.

De acordo com a Secretaria da Saúde do Estado da Bahia, as sete vítimas sobreviventes permanecem internadas no Hospital Geral do Estado, em Salvador. O estado de saúde delas não foi divulgado.

Tuka Rocha foi um dos padrinhos do casamento de Maysa e Eduardo Mussi, celebrado em 31 de agosto, em um resort de luxo em Itacaré, também no sul da Bahia.

Deixar um comentário

Por favor, digite seu comentário
Por favor, coloque seu nome aqui