Hospital Municipal de Gravatá recebe 31 leitos novos; prefeito amplia rede de atendimento para pacientes com Covid-19

0
485

Gravatá tem à disposição 35 leitos exclusivos para casos suspeitos ou confirmados da Covid-19

Fotos: Bruno Santana / SECOM

Mais Agreste, com SECOM

A Secretaria Municipal de Saúde de Gravatá, no Agreste do estado, confirmou a instalação de mais 31 leitos no Hospital Dr. Paulo da Veiga Pessoa. A informação foi confirmada ainda pelo prefeito Joaquim Neto, durante a transmissão ao vivo (Live) desta segunda (4), na fan page do Facebook.

A iniciativa visa ampliar a rede de atendimento para pessoas com suspeita e casos confirmados de Covid-19. “Com estes novos leitos, vamos poder monitorar os pacientes gravataenses e realizar o acompanhamento em nossa própria cidade, medicando e tratando dos casos de baixa e média complexidade. Só será realizada a transferência para uma UTI caso o paciente tenha o quadro grave e necessite de um tratamento intensivo”, disse o secretário de Saúde, Luiz Ribamar Melo.

Diante do cenário de pandemia, o prefeito Joaquim Neto também realizou investimentos na infraestrutura do hospital e na segurança dos profissionais da saúde. “Precisamos dar boas condições de trabalho para nossa equipe, que está se doando para salvar vidas, principalmente em um momento como este. Uma das primeiras atitudes, que fiz questão de tomar, foi garantir que eles tivessem acesso a todos os equipamentos de proteção individual necessários. Também realizamos capacitações a ampliamos o número de profissionais. Vamos fazer tudo o que estiver ao nosso alcance para proporcionar o melhor atendimento possível aos gravataenses”, destacou.

O município também conta com ambulância exclusiva para casos de coronavírus e leitos semi-intensivos, equipados com suporte de ventilação mecânica e monitor, aptos para atender o paciente com complicações respiratórias mais graves.

Agora, Gravatá tem à disposição 35 leitos exclusivos para casos suspeitos ou confirmados da Covid-19.

Deixar um comentário

Por favor, digite seu comentário
Por favor, coloque seu nome aqui