GRAVATÁ: Em 15 dias, casos confirmados pelo novo coronavírus aumentam 350%

0
569

Autoridades locais temem num possível colapso no Hospital Municipal Dr. Paulo da Veiga Pessoa

Igor da Nóbrega

O avanço do novo coronavírus na cidade de Gravatá, no Agreste de Pernambuco, vem preocupando as autoridades locais. Em apenas 15 dias, o número de casos da doença aumentou em 350%. O isolamento social está quase 20% abaixo do esperado pela Secretaria Municipal de Saúde.

No dia 25 de abril, seis pacientes testaram positivo para a Covid-19, enquanto o último boletim, divulgado no fim da tarde deste domingo (10), já apontava para 18 ocorrências. Os casos em investigação também tiveram um aumento em 333,33%, saindo de 6 para 26 análises, que ainda aguardam resultado dos exames. Os casos descartados, por sua vez, aumentaram de 10 para 21.

Preocupado com um possível colapso no Hospital Dr. Paulo da Veiga Pessoa, que possui um setor preparado especialmente para casos do coronavírus, o prefeito Joaquim Neto vem alertando a população sobre a necessidade de respeitar o período da quarentena. “O que podemos fazer, como gestão, estamos fazendo, mas as pessoas precisam ter consciência e valorizar a vida. O mundo todo já provou que não consegue aguentar a pandemia e só podemos minimizar os efeitos com o isolamento social. Esse mês é crítico e é preciso que todos que puderem, fiquem em casa”, disse o prefeito, em vídeo divulgado na fan page do Facebook.

Município utiliza ferramenta para monitorar quarentena

O município vem utilizando uma nova ferramenta para monitorar a porcentagem da população que está respeitando o isolamento social. Diariamente, são emitidos relatórios com os dados de todos os municípios pernambucanos. O mecanismo foi desenvolvido pelo MP LABS MPPE, em parceria com a InLoco.

Boletins divulgados num intervalo de 15 dias

Confira, abaixo, os Boletins Covid-19 que foram divulgados num intervalo de 15 dias:


Deixar um comentário

Por favor, digite seu comentário
Por favor, coloque seu nome aqui