Com tecnologia chinesa, espaços públicos de Gravatá são higienizados com quaternário de amônia

0
294

O produto age como uma película que mata os microorganismos presentes no local – vírus, bactérias, fungos e ácaros

Foto: Bruno Santana / SECOM

Mais Agreste, com SECOM

Sempre inovando em medidas que combatam a transmissão do novo coronavírus, a Vigilância Ambiental da Secretaria Municipal de Saúde de Gravatá, no Agreste do estado, iniciou a limpeza de espaços públicos com amônia quaternária. O produto tem tecnologia chinesa.

O trabalho, que teve início nesta terça (12), realizou a desinfecção do Açougue Público e dos Mercados de Farinha e Municipal. O produto age como uma película que mata os microorganismos presentes no local (vírus, bactérias, fungos e ácaros), formando ainda uma camada protetora que mantém o local desinfetado.

“Não estamos medindo esforços para minimizar os efeitos desta pandemia em Gravatá. Tudo o que está em nosso alcance, estamos fazendo, e eu acredito que teremos um retorno positivo com mais esta medida. Por isso, reforço o apelo para que todos fiquem em casa”, disse o prefeito Joaquim Neto.

Segundo o sanitarista Constantino Neto, a ação será realizada nos locais em que comercializem alimentos e concentrem um grande de pessoas. “É mais uma medida importante nesta luta contra a Covid-19, visto que é comprovada a eficácia deste produto na eliminação de vírus e bactérias”, explicou.

Deixar um comentário

Por favor, digite seu comentário
Por favor, coloque seu nome aqui