Governo estima que cada semana de isolamento contra coronavírus gera perda de R$ 20 bilhões no PIB

0
236

Quanto maior o prazo de isolamento, maior o número de falências e demissões, revela a projeção

Imagem: Internet

Folha UOL

Para cada semana de isolamento social por conta do novo coronavírus, o Produto Interno Bruto (PIB) do país deve registrar uma perda imediata de R$ 20 bilhões, aponta estudo divulgado nesta quarta (13), pelo Ministério da Economia.

Nota técnica produzida pela Secretaria de Política Econômica da pasta ainda afirma que uma ampliação no período de restrições eleva as perdas da economia como um todo. A projeção considera que quanto maior o prazo de isolamento, maior o número de falências e demissões. A medida também amplia o endividamento, diz a nota.

Nesta quarta, pela primeira vez, o governo Jair Bolsonaro reconheceu formalmente que o país terá uma retração da economia em 2020. A projeção oficial para o PIB (Produto Interno Bruto) deste ano foi revisada de uma alta de 0,02% para retração de 4,7%.

O governo estima um recuo da atividade um pouco maior do que o apontado nesta semana pelo mercado.

O boletim Focus, divulgado na segunda-feira (11) pelo Banco Central, mostra que as instituições financeiras esperam uma retração de 4,11% na economia brasileira neste ano. Esse número vem sendo revisado para baixo semanalmente.

A nova projeção do governo ainda é otimista, se comparada com avaliação do FMI (Fundo Monetário Internacional) divulgada em abril, que aponta um recuo de 5,3% do PIB brasileiro em 2020.

De acordo com a secretaria, os custos atual da crise são de tal magnitude que mesmo uma recuperação rápida da atividade após a pandemia não seria capaz de impedir uma retração da economia em 2020.

Deixar um comentário

Por favor, digite seu comentário
Por favor, coloque seu nome aqui