Em Gravatá, prefeito confirma proibição de fogos durante período junino

0
310

A decisão foi tomada em conjunto com o Comitê de Crise e órgãos de segurança e da Justiça

Foto: Ricardo Labastier / SECOM

Igor da Nóbrega

O prefeito de Gravatá confirmou, no início da tarde desta quarta (10), por meio das redes sociais, a suspensão dos fogos na cidade do Agreste pernambucano durante o período junino. A decisão foi tomada em conjunto com o Comitê de Crise e órgãos de segurança e da Justiça.

“Estamos concluindo uma reunião para tratar do São João. Nós entendemos e vamos dar continuidade ao parecer do Ministério Público de suspender também a questão dos fogos. A partir de agora, fica suspenso os fogos em nosso município”, explicou o chefe do Executivo.

Na última segunda (8), Joaquim Neto já havia anunciado a suspensão das fogueiras juninas, com o objetivo de não agravar os problemas respiratórios vivenciados por pacientes portadores do novo coronavírus, que acabariam inalando fumaça. A proibição foi uma recomendação da Procuradoria Geral de Justiça de Pernambuco.

A reunião contou com membros do Ministério Público, Corpo de Bombeiros, Comitê de Crise, Associação Comercial e Empresarial de Gravatá (ACIAG), Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL) e Polícia Militar.

Confira, abaixo, a decisão da Prefeitura de Gravatá quanto à suspensão dos fogos:

Seguindo a recomendação do Ministério Público de Pernambuco, anunciamos também a suspensão da comercialização e uso dos fogos em nossa cidade. Sabemos da tradição da prática, mas entendemos que o momento é de prezar pela saúde coletiva.

Posted by Joaquim Neto Prefeito on Wednesday, 10 June 2020

Deixar um comentário

Por favor, digite seu comentário
Por favor, coloque seu nome aqui