PEC: Deputada pede redução de 25% no salário de servidores que ganham acima de R$ 15 mil

0
586

A deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP) apresentou uma Proposta de Emenda à Constituição para obter recursos que auxiliem no combate à COVID-19

A PEC foi apresentada pela deputada Carla Zambelli (PSL-SP). Foto: Michel Jesus / Câmara dos Deputados)

FOLHA UOL

A deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP) apresentou uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) para reduzir em 25% os salários de servidores públicos que recebem acima de R$ 15 mil. A ideia é obter recursos para ações de combate à Covid-19.

Se o texto for aprovado, o corte vigorará por três meses ou enquanto durar a epidemia. A proposta engloba membros dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário.

Na manhã de terça-feira (9), o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse que manteria o auxílio emergencial por mais dois meses, caso deputados e senadores aceitassem reduzir seus salários para ajudar a financiar os custos do financiamento do programa.

Já o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou que a proposta apenas para deputados e senadores seria insuficiente, já que os salários dos congressistas somam, durante o ano, cerca de R$ 220 milhões. Como o pagamento do benefício por mais dois meses custará cerca de R$ 100 bilhões, ainda faltariam mais de R$ 99 bilhões.

Maia citou como exemplo de ganhos que poderia ser reduzidos no funcionalismo aqueles acima de R$ 10 mil ou R$ 15 mil.

Para que a conta se aproximasse do valor necessário para cobrir o pagamento do benefício, disse o presidente da Casa, seria necessária uma proposta com apoio de todos, inclusive do ministro Paulo Guedes (Economia) e do Judiciário – que são contra a ideia – para que salários fossem cortados.

Deixar um comentário

Por favor, digite seu comentário
Por favor, coloque seu nome aqui