Em Gravatá, proibição de fogueiras e fogos é destaque no Bom Dia Pernambuco

0
436

O programa jornalístico foi ao ar na manhã desta sexta (12)

Foto: SECOM

Igor da Nóbrega

A proibição dos fogos e das fogueiras juninas no município de Gravatá, Agreste do estado, foi destaque na edição desta sexta (12) do Bom Dia Pernambuco, pela Rede Globo Nordeste. Através de um vídeo enviado à redação do jornal, o prefeito Joaquim Neto destaca a importância de atender a recomendação do Ministério Público de Pernambuco (MPPE).

“Pensamos, neste momento, que a saúde e a vida das pessoas é tão importante ou muito mais importante que qualquer coisa”, disse Joaquim Neto.

O MPPE sugere às prefeituras que apliquem punições para o descumprimento da recomendação, como a suspensão e cassação de autorizações para estabelecimentos que vendam os materiais.

“Nós temos três fatores complicativos. Primeiro, as fogueiras podem causar aglomeração. Se a aglomeração está proibida, não tem sentido fazer uma fogueira se ninguém vai poder ficar por perto. Segundo, sempre no mês de junho, tem incidentes de queimaduras ocasionados por fogos de artifício e por fogueiras. Isso pode superlotar o sistema de saúde. Terceiro, historicamente, no mês de junho, a fumaça expelida pela fogueira, causa doença alérgica, como rinite, asma. E também, hoje nós temos mais de 900 pessoas que estão contaminadas, em suas residências, em tratamento”, afirmou o procurador-Geral de Justiça, Fernando Dirceu Barros, ao Bom Dia Pernambuco.

Gravatá proíbe fogos e fogueiras juninas

Durante a semana, o prefeito Joaquim Neto anunciou a proibição dos fogos e das fogueiras juninas em todo o município. A iniciativa teve como principal objetivo não agravar os problemas respiratórios vivenciados por pacientes portadores do novo coronavírus, que acabariam inalando fumaça.

Deixar um comentário

Por favor, digite seu comentário
Por favor, coloque seu nome aqui