No Dia dos Namorados, turistas congestionam ruas de Gravatá e população se revolta

0
1402

A população local teme pelo aumento na disseminação de casos do novo coronavírus

A Rua Vereador Elias Torres foi uma das mais atingidas pelo congestionamento dos veículos. (Foto: Dennis Alexander / Cortesia)

Igor da Nóbrega

A manhã desta sexta (12) no município de Gravatá, Agreste de Pernambuco, foi marcada por congestionamentos de carros nas principais ruas do Centro. A chegada dos turistas, no Dia dos Namorados, vem provocando revolta na população, que teme pelo aumento no número de casos do novo coronavírus.

“Acho isso horrível, um caos total e até uma completa falta de respeito com os cidadãos gravataenses, principalmente com aqueles que estão mantendo a quarentena, para que os casos de covid-19 diminuam na cidade. Infelizmente, os casos só vão aumentar”, afirmou o artesão Gleidson Rodrigues, 32 anos.

A estudante Thatianny Sabrina, 19, também se mostra preocupada com a situação. “Os turistas estão sendo imprudentes, sabem do risco que corremos e, ainda sim, continuam contribuindo para que, cada vez mais, ocorra a aglomeração, esquecendo que estamos falando de vidas. Não é só uma gripizinha, são vidas em jogo e a população, no total, ainda não foi capaz de enxergar a problemática no qual estamos vivenciando, deixando de lado a importância de ficarmos num isolamento social”, destacou.

Rua Hilda G Cavalcanti, via de acesso à rua Amaury de Medeiros, congestionada. (Foto: Dennis Alexander / Cortesia)

Desde o início da quarentena, a gestão municipal vem adotando medidas no combate da transmissão da COVID-19. No dia 16 de maio, o prefeito Joaquim Neto havia pedido para que os turistas evitassem de ir ao município. “Se puder não vir para Gravatá, fique onde você tá. Só assim você estará preservando sua vida e daquela pessoa que mais você ama”, pediu o prefeito, na época.

Gravatá é um dos destinos mais procurados por turistas de todo o estado, principalmente do Recife. Atualmente, a cidade possui aproximadamente 1.300 condomínios fechados e privês.

Deixar um comentário

Por favor, digite seu comentário
Por favor, coloque seu nome aqui