Após denúncias, MPPE e órgãos de segurança intensificam fiscalização de fogueiras e queimadas em Gravatá

0
322

As denúncias podem ser feitas através do número 193, do Corpo de Bombeiros, ou pelas redes sociais da Prefeitura de Gravatá

Foto: Guarda Municipal / Divulgação

Mais Agreste e SECOM

A noite deste sábado (13) foi marcada por uma rigorosa fiscalização de possíveis fogueiras e queimadas irregulares em Gravatá, Agreste do estado. Após denúncia do ateamento de fogo num bairro do município, a Guarda Municipal, o Corpo de Bombeiros, a Polícia Militar e o Ministério Público foram até local identificar e autuar o responsável pela ação.

“Recebemos uma denúncia hoje de fogueira irregular por trás do Conjunto Veneza, no bairro Alpes Suíço. Chegando lá e vimos que algum cidadão havia tocado fogo no mato e que a fumaça já estava sendo controlada. Vamos continuar nas rondas pela cidade e pedimos a colaboração da população”, disse o guarda municipal João Amaral.

As denúncias podem ser feitas através do número 193, do Corpo de Bombeiros. Por sua vez, as notificações feitas pelas redes sociais da Prefeitura de Gravatá também estão sendo monitoradas por equipes da Guarda Municipal, responsável por realizar a primeira vistoria no local, para, posteriormente, acionar os demais órgãos competentes.

Gravatá proíbe fogos e fogueiras juninas

Durante a semana, o prefeito Joaquim Neto anunciou a proibição dos fogos e das fogueiras juninas em todo o município. A iniciativa teve como principal objetivo não agravar os problemas respiratórios vivenciados por pacientes portadores do novo coronavírus, que acabariam inalando fumaça.

Deixar um comentário

Por favor, digite seu comentário
Por favor, coloque seu nome aqui