SARAMPO: Em Gravatá, campanha da vacina da tríplice viral acontece até o mês de outubro

0
164

A ação é uma parceria da Secretaria Municipal de Saúde com o Ministério Público

Foto: Vanessa Bastos / SECOM

Correio Notícias, com SECOM

A campanha da vacina da tríplice viral (sarampo, caxumba e rubéola) continua na cidade de Gravatá, Agreste de Pernambuco. A ação é uma parceria da Secretaria Municipal de Saúde com o Ministério Público. A imunização, que iniciou no mês de março, vai até o fim de outubro.

A coordenadora do Programa Nacional de Imunização, Isleide Silva, ressalta a importância da população estar atenta ao prazo. Segundo ela, os gravataenses devem procurar a Unidade Básica de Saúde mais próxima para receber a dose. “Sarampo é uma doença perigosa, altamente contagiosa e que pode levar a óbito ou deixar sequelas. A vacina é uma das armas mais poderosas que temos para a prevenção de diversas doenças”, alertou.

Cleitiane Lima é moradora do bairro do Prado e tomou a dose na última sexta (28), no Posto de Saúde Fernando da Veiga Pessoa (Posto 1), junto com a mãe. “Fiquei sabendo da vacinação quando vim ao posto saber se tinham a vacina que os meus filhos precisavam e foi bom, porque a enfermeira me informou sobre a campanha e resolvi tomar a segunda dose. Acho o atendimento desse posto muito legal. Sempre sou bem atendida”, relatou.

A imunização é destinada a pessoas entre 20 e 49 anos. Até o momento, mais de 7 mil pessoas já foram imunizadas nas 22 unidades da cidade.

“Lembramos que a vacina não é recomendada para idosos e gestantes”, destacou o secretário de Saúde, Luiz Ribamar.

Sobre a campanha de vacinação

Um surto de sarampo, ocorrido no ano passado, levou o Ministério Público a orientar ao início da campanha. Cerca de 5,3 milhões de pessoas já foram vacinadas em todo o país, entre março e agosto, embora o objetivo seja vacinar cerca de 90 milhões de brasileiros.

O número ainda não foi alcançado por causa da pandemia do novo coronavírus. Através disso, a Secretaria de Saúde de Gravatá informa que, mesmo após a campanha, as doses continuarão disponíveis nos postos.

Deixar um comentário

Por favor, digite seu comentário
Por favor, coloque seu nome aqui