Adeildo do Abacaxi é um dos nomes mais fortes do MDB para as eleições 2020 de Gravatá

0
905

Nas eleições passadas, o agricultor obteve 730 votos, não sendo eleito por apenas 21 votos

Foto: Reprodução / Vídeo

Igor da Nóbrega

As eleições 2020 de Gravatá, no Agreste de Pernambuco, devem ter o maior número de candidatos a vereador da história. Dentro deste cenário, o agricultor Adeilson José Bento, 50 anos, popularmente conhecido por Adeildo do Abacaxi, é um dos fortes nomes do partido MDB a ocupar uma das 15 vagas na Câmara Municipal.

Conhecido na zona rural da cidade, principalmente no distrito de Russinhas, Adeildo do Abacaxi sempre participou de associações de produtores rurais. “Ao longo dos últimos anos, venho desenvolvendo muitos trabalhos junto a associação de moradores de Lagoa Queimada e região, onde auxiliei o pequeno agricultor em projetos para cultivo de abacaxi, criação de gado e carneiro, construção de cisternas, além de doar de grãos de milho e sugo para plantio e peixes durante a Semana Santa. Sempre pensei em melhorar a vida do povo que vive no campo”, destacou.

O agricultor, que se lançou na política como candidato a vereador em 2016, obteve 730 votos naquela eleição, não sendo eleito por apenas 21 votos. Contudo, ele também já apoiou candidatos em outros processos eleitorais. “No final das contas, eles não representavam os interesses da comunidade local, já que não vivenciavam as dificuldades que todos enfrentavam. E foi com o desejo de trazer melhores condições para o povo de Gravatá, em especial àqueles que vivem no campo, que decidi me candidatar, pela primeira vez, em 2016”, explicou o pré-candidato.

Caso seja eleito, Adeildo do Abacaxi diz que vai elaborar projetos que também favoreçam a vida daqueles que vivem da agricultura e pecuária. “Quero oferecer uma melhor qualidade de vida, como acesso à água portável e educação de jovens e adultos. Desejo também que o homem do campo se torne mais confiante para empreender com os produtos que ele mesmo desenvolve”, afirmou.

Sobre Adeildo do Abacaxi

Filho de José Manuel Bento e Hilda Maria da Silva, Adeildo do Abacaxi nasceu no sítio de Lagoa do Costa, na zona rural de Gravatá, onde morou até os 22 anos. Desde cedo, trabalhou na agricultura para ajudar o pai, que, na época, plantava mandioca para fazer farinha, sendo a principal receita econômica da família. Aos 15 anos, começou a cultivar abacaxi, uma cultura pouco explorada na região durante a década de 1980. A partir daí, o agricultor começou a ampliar os negócios, levando a colheita da fruta para outras cidades, nos anos 2000, ficando conhecido em toda a região. O sucesso da comercialização dos abacaxis, que são diferentes dos produzidos em Caruaru ou na Paraíba, deu-se por causa do clima e do solo de Gravatá.

Posteriormente, casou-se com Maria de Fátima dos Santos Bento e foi morar no sítio. Juntos, tiveram dois filhos – Maria José dos Santos Bento e Adegilson José Bento.

Atualmente, Adeildo do Abacaxi emprega mais de 20 pessoas durante as safras de abacaxi, ajudando direta e indiretamente muitas famílias.

Redes Sociais

O agricultor vem divulgando a pré-candidatura nas redes sociais, através do Instagram e do Facebook.

Deixar um comentário

Por favor, digite seu comentário
Por favor, coloque seu nome aqui