Em Vênus, molécula rara pode indicar presença de vida extraterrestre

0
299

O hidreto de fósforo (PH3) está presente no planeta Terra

Foto: ESO / NASA / Divulgação

Elizabeth Barbosa*

A revista Nature Astronomy, um periódico britânico científico especializado em artigos científicos, publicou, nesta segunda (14), um estudo sobre a presença da fosfina na atmosfera de Vênus. Realizado por um grupo internacional de astrônomos, o resultado conclui que uma molécula encontrada no planeta pode indicar a presença de vida extraterrestre.

De acordo com os cientistas, na Terra, o hidreto de fósforo (PH3) só pode ser encontrada decorrente de dois processos – ação de micróbios que se desenvolvem em ambientes sem oxigênio, chamados anaeróbicos, ou pela fabricação de forma industrial.

Formada por astrônomos do Reino Unido, Japão e Estados Unidos, a equipe pôde confirmar a presença da molécula, no planeta vizinho, através de telescópios avançados. “Quando descobrimos os primeiros indícios de fosfina no espectro de Vênus, ficamos em choque!”, declarou a líder da equipe internacional Jane Greaves, da Universidade de Cardiff, no Reino Unido.

Segundo os astrônomos, a descoberta é muito significativa, porém muitos estudos ainda serão realizados para confirmar presença de ”vida”. Tudo isso porque a atmosfera de Vênus é extremamente ácida, com cerca de 90% de ácido sulfúrico, o que dificultaria a sobrevivência de micróbios, destaca o Observatório Europeu do Sul.

Uma das integrantes do grupo, Clara Sousa Silva, do Massachusetts Institute of Technology nos Estados Unidos, revela que as nuvens de Vênus são feitas de ácido. “Encontrar fosfina em Vênus foi um bônus inesperado. A descoberta levanta muitas questões, tais como é que os organismos poderão sobreviver na atmosfera do planeta vizinho. Na Terra, alguns micróbios conseguem suportar até cerca de 5% de ácido no seu meio, mas as nuvens de Vênus são quase inteiramente feitas de ácido”, destacou a pesquisadora.

*Estagiária supervisionada por Igor da Nóbrega

Deixar um comentário

Por favor, digite seu comentário
Por favor, coloque seu nome aqui