GRAVATÁ: Pacientes do Lar de Amparo do Idoso vencem Covid-19 e recebem alta hospitalar

0
152

Na saída do Hospital Dr. Paulo da Veiga Pessoa, os idosos foram surpreendidos com muita festa por toda a equipe responsável pelo tratamento

Foto: Vanessa Bastos / SECOM

Correio Notícias, com SECOM

Na tarde desta segunda (21), seis pessoas do Lar de Amparo do Idoso de Mandacaru, na zona rural do município de Gravatá, Agreste do estado, receberam alta do Hospital Municipal Drº Paulo da Veiga Pessoa. Os adultos e idosos, que travaram uma luta contra a COVID-19, foram considerados clinicamente curados após realização de novos exames.

Maria Rosalina, Maria do Socorro, Amara Cristina, Rivaldo Cavalcanti, Rivaldo Bezerra e Luiz Antônio, que possuem idades entre 52 e 83 anos, deixaram a unidade hospitalar municipal em clima de festa, recebendo o carinho e atenção de toda a equipe responsável pelo tratamento.

No boletim de hoje, Gravatá registrou mais dois novos casos, além de 11 pacientes curados. Atualmente, a cidade tem 685 casos notificados de Covid-19. Do total, 67 pacientes vieram a óbito e 574 já estão curados. Os 44 pacientes restantes seguem em monitoramento, sendo 20 em tratamento hospitalar e 24 em isolamento domiciliar.

Identificação dos casos no Lar de Amparo do Idoso de Mandacaru

Após uma visita de rotina realizada no Lar de Amparo, no último dia 10, a equipe da atenção básica do município identificou alguns idosos com síndrome gripal. Na ocasião, foram realizados os protocolos de atendimento e saúde ao novo coronavírus e 21 idosos foram encaminhados ao Hospital Municipal de Gravatá, onde 19 testaram positivo para a doença. Por sua vez, seis receberam alta e um idoso, com 100 anos, veio a óbito.

Outros 12 pacientes restantes seguem em tratamento hospitalar. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, um foi transferido para uma UTI estadual.

“Todos os pacientes e parentes que tiveram contato próximo a quem está com diagnóstico confirmado ou em investigação, estão recebendo acompanhamento pela Secretaria Municipal de Saúde”, disse o secretário Luiz Ribamar.

Deixar um comentário

Por favor, digite seu comentário
Por favor, coloque seu nome aqui