IDEB: Educação de Gravatá atinge melhor resultado dos últimos anos

0
121

O resultado foi divulgado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP)

Foto: Vanessa Batos / SECOM

Correio Notícias, com SECOM

A educação de Gravatá, no Agreste do estado, atingiu o melhor resultado dos últimos anos. Na noite desta terça (21), a Secretaria Municipal de Educação divulgou os resultados do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) referente ao biênio de 2019. Segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP), a cidade registrou o índice geral de 4.8, para os anos iniciais do Ensino Fundamental, e 4.2, para os anos finais.

“Desde 2009, a gente não apresentava índices tão representativos como estes de agora, e todo o município comemora isso hoje. O nosso objetivo agora é projetar ainda mais melhorias na qualidade do ensino, através da captação de recursos para poder participar de programas de incentivo à aprendizagem. Precisamos que esses índices estejam em evidência e é isso o que atualmente estamos conseguindo conquistar”, destacou a secretária de Gravatá, Íris Dias.

De acordo com os dados do IDEB, a nota saltou de 4,2 (2017) para 4,8 (2019), quase atingindo a meta para este ano, que foi de 4.9. Já para os anos finais, o índice superou as expectativas e subiu de 3.8 (2017) para 4.2 (2019), ultrapassando a meta traçada para 2019, que era de 4.0.

Com uma média de 5.9, duas instituições da rede municipal de Gravatá se destacaram nos resultados para os anos iniciais – as Escolas Paulo Bezerra e Francisco Galdino Chaves. No que diz respeito aos anos finais, as escolas Amenayde Farias do Rego Barros e Edgar Nunes Batista alcançaram a pontuação de 5.2. 

O resultado positivo foi comemorado junto aos diretores e professores de Gravatá, no auditório da Secretaria de Educação, nesta segunda (21). Foto: Vanessa Bastos / SECOM

“Mediante o período de pandemia de Covid-19, nosso maior desafio será garantir a permanência desse índice pelos próximos anos. Em 2021, esses alunos serão avaliados novamente, mas não tivemos período presencial de aula e ainda não temos perspectiva para que isso aconteça, agora em 2020. Para que esses resultados continuem crescendo, iremos continuar com os programas de educação em casa, com plataformas educacionais, cadernos de atividades e, a partir do próximo mês, começaremos com o ensino híbrido, para colocar internet em todos as escolas, com o intuito de que aquele aluno que não tem acesso à internet possa ir até uma escola para assistir às videoaulas”, anunciou a secretária de Educação.

Para mais informações sobre o IDEB e os resultados, acesse o http://inep.gov.br/web/guest/ideb

Sobre o IDEB

O IDEB é um instrumento de avaliação que mede a qualidade da Educação Básica das escolas das redes federal, estadual e municipal dos estados e municípios do país. Para tanto, baseia-se nos índices de aprovação, reprovação e abandono escolar, informados pelo Censo Escolar, associados aos resultados das avaliações do Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb), através de provas em larga escala nas disciplinas de Língua Portuguesa e Matemática.

A cada dois anos, uma meta é estabelecida para cada escola, município e estado, levando-se em consideração os resultados já obtidos nos biênios anteriores.

Deixar um comentário

Por favor, digite seu comentário
Por favor, coloque seu nome aqui