Gravatá confirma mais de 600 pacientes recuperados do novo coronavírus

0
261

Nas últimas 24 horas, 13 pacientes receberam alta hospitalar

Mais nove idosos do Lar de Amparo, no distrito Mandacaru, receberam alta hospitalar. (Foto: SECOM)

Correio Notícias, com SECOM

A cidade de Gravatá, no Agreste do estado, chegou a mais de 600 pessoas curadas da Covid-19. A informação foi confirmada pela Secretaria Municipal de Saúde, na noite desta sexta (25).

O resultado positivo foi intensificado ainda mais durante a alta hospitalar de mais nove idosos do Lar de Amparo, do distrito Mandacaru, na zona rural. Os pacientes estavam internados no Hospital Municipal Doutor Paulo da Veiga Pessoa.

Nas últimas 24 horas, 13 pacientes receberam alta hospitalar. Mais quatro pacientes tiveram diagnóstico positivo para o novo coronavírus.

Desde o início da pandemia, o município confirmou 694 casos. Do total, 603 pessoas já se recuperaram da doença, 68 vieram a óbito e 23 seguem em monitoramento, com tratamento hospitalar ou isolamento domiciliar. Outras 146 ocorrências estão em investigação, além de dois óbitos. Por outro lado, 1808 casos já foram descartados.

“Todos os pacientes e parentes que tiveram contato próximo a quem está com diagnóstico confirmado ou em investigação, estão recebendo acompanhamento pela Secretaria Municipal de Saúde”, disse o secretário Luiz Ribamar.

Identificação dos casos no Lar de Amparo do Idoso de Mandacaru

Após uma visita de rotina realizada no Lar de Amparo, no último dia 10, a equipe da atenção básica do município identificou alguns idosos com síndrome gripal. Na ocasião, foram realizados os protocolos de atendimento e saúde ao novo coronavírus e 21 idosos foram encaminhados ao Hospital Municipal de Gravatá, onde 19 testaram positivo para a doença. Por sua vez, 15 receberam alta e um idoso, com 100 anos, veio a óbito.

Outros três pacientes seguem em tratamento hospitalar – dois foram transferidos para UTI estadual.

Deixar um comentário

Por favor, digite seu comentário
Por favor, coloque seu nome aqui