GRAVATÁ: Vice-prefeito e candidatos a vereador pelo MDB falam sobre eleições 2020

0
212

O partido conta com 21 para disputar vagas na Câmara Municipal, sendo 14 homens e sete mulheres

Imagem: Correio Notícias / Montagem

Igor da Nóbrega

O vice-prefeito, Danilo Melo, candidato à reeleição, e os candidatos a vereadores pelo Movimento Democrático Brasileiro (MDB), Adeildo do Abacaxi e Eduardo Pereba, estão otimistas quanto às eleições 2020 da cidade de Gravatá, no Agreste do estado. O partido conta com 21 para disputar vagas na Câmara Municipal, sendo 14 homens e sete mulheres.

“Além do sucesso na eleição majoritária, nossa expectativa é da Câmara Municipal ter novamente representantes do MDB. O nosso time é muito bom e equilibrado, em que todos têm condições de disputar, em condições de igualdade, uma vaga na Casa Elias Torres”, afirmou o vice-prefeito.

Para o agricultor Adeildo Abacaxi, que disputou as eleições 2016, pela primeira vez, agora é o momento de renovar a Câmara Municipal de Gravatá. “Na eleição passada, tive o apoio de 730 votos, não sendo eleito por apenas 21 votos. Nosso time é muito forte e tem total condição de eleger de dois a três candidatos. Vim da zona rural e ainda moro no campo, então quero elaborar projetos de lei que melhorem as condições de vida dos agricultores, pescadores e comunidades em geral”, revelou o candidato.

O empresário Eduardo Moura de Lima, popularmente conhecido por Eduardo Pereba, também está bastante otimista em relação às eleições deste ano. “Nosso partido tem grandes chances de fazer dois vereadores. Eu, particularmente, estou no MDB há mais de 15 anos e vejo um grupo de pessoas decentes e respeitadas na cidade. O partido é forte nacionalmente e forte no estado”, comentou o candidato, que comemorou o aniversário no mesmo dia do início da candidatura a vereador, neste domingo (27).

Sobre Danilo Melo

O advogado Danilo Melo concorre ao cargo de vice-prefeito pela quarta vez em Gravatá, ao lado do prefeito Joaquim Neto (PSDB). O político, que é o presidente municipal do MDB, é um dos nomes mais importantes da história da política gravataense.

Sobre Adeildo do Abacaxi

Filho de José Manuel Bento e Hilda Maria da Silva, Adeildo do Abacaxi nasceu no sítio de Lagoa do Costa, na zona rural de Gravatá, onde morou até os 22 anos. Desde cedo, trabalhou na agricultura para ajudar o pai, que, na época, plantava mandioca para fazer farinha, sendo a principal receita econômica da família. Aos 15 anos, começou a cultivar abacaxi, uma cultura pouco explorada na região durante a década de 1980. A partir daí, o agricultor começou a ampliar os negócios, levando a colheita da fruta para outras cidades, nos anos 2000, ficando conhecido em toda a região. O sucesso da comercialização dos abacaxis, que são diferentes dos produzidos em Caruaru ou na Paraíba, deu-se por causa do clima e do solo de Gravatá.

Posteriormente, casou-se com Maria de Fátima dos Santos Bento e foi morar no sítio. Juntos, tiveram dois filhos – Maria José dos Santos Bento e Adegilson José Bento.

Atualmente, Adeildo do Abacaxi emprega mais de 20 pessoas durante as safras de abacaxi, ajudando direta e indiretamente muitas famílias.

Sobre Eduardo Pereba

Natural de Gravatá, Eduardo Pereba começou a trabalhar quando ainda era criança. Aos nove anos, abandonou os estudos para ajudar a mãe e as despesas de casa. “Depois de velho, consegui me formar e concluir o Ensino Médio completo”, comentou.

Atualmente, ele é responsável por uma empresa de móveis planejados, a EL (EDULIMA), que é referência em todo a cidade e região.

Deixar um comentário

Por favor, digite seu comentário
Por favor, coloque seu nome aqui