Aumentos consecutivos no preço do gás levam revendedores a fazer protesto no Porto de Suape

0
186

A categoria reclama ainda de uma taxa cobrada pelo Porto de Suape para entrada dos veículos

Os caminhões ficaram paralisados na BR-101, em Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife.
(Foto: Polícia Rodoviária Federal / Divulgação)

Correio Notícias

Em decorrência dos aumentos repassados pela Petrobras ao longo da pandemia da Covid-19, revendedores de gás fizeram, na manhã desta quarta (30), um protesto na BR-101, em Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife. Os profissionais reclamam ainda de uma taxa cobrada pelo Porto de Suape para entrada dos veículos.

De acordo com a presidente do Sindicato dos Revendedores de Gás do Estado de Pernambuco (Sinregás), Francine Gulde, em apenas quatro meses, a Petrobras e as distribuidoras repassaram sete aumentos. Ela explica que o gás deverá subir nos próximos dias, já que a revenda não consegue mais segurar os preços.

Na ocasião, cerca de 100 caminhoneiros participaram do protesto, paralisando os carregamentos de botijões nas distribuidoras do Porto de Suape.

Deixar um comentário

Por favor, digite seu comentário
Por favor, coloque seu nome aqui