‘Há uma grande possibilidade de o Brasil fabricar a Sputnik V’, diz Bolsonaro sobre vacina russa

0
187

Às 14h, Jair Bolsonaro se reuniu com o presidente da Rússia, Vladimir Putin, em videoconferência, no Palácio do Planalto

Bolsonaro antes do início da videoconferência com o presidente da Rússia, Vladimir Putin. (Imagem: CNN / Reprodução)

CNN

Nesta terça (6), o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou, ao canal de notícias CNN, que uma equipe do governo brasileiro deve visitar a fábrica da vacina Sputnik V, na Rússia, em breve. Haverá uma última reunião, nesta quarta (7), para detalhar a viagem e a inspeção.

Nas últimas semanas, o governo realizou uma série de reuniões com representantes do governo russo. Jair Bolsonaro também afirmou a possibilidade de o Brasil fabricar a vacina russa diretamente.

“Há uma grande possibilidade de o Brasil fabricar a Sputnik V. O Brasil avançou na negociação, sem intermediário. A negociação é entre o governo brasileiro e o governo russo”, destacou.

Desde as 14h, Jair Bolsonaro se reúne com o presidente da Rússia, Vladimir Putin, em videoconferência no Palácio do Planalto. O encontro e seu conteúdo havia sido antecipado pelo analista da CNN Igor Gadelha.

“Recebi um telefone do presidente da Rússia, Vladimir Putin, sobre um dos assuntos mais importantes que é a possibilidade de recebermos a vacina Sputnik desse país. Logicamente dependemos ainda de resolver alguns entraves aqui no Brasil e estamos ultimando contato com as demais autoridades, entre eles, a Anvisa de como podemos efetivamente importar essa vacina”, relatou Bolsonaro em vídeo divulgado em suas redes sociais.

“Caso aprovada a vacina Sputnik, nós viremos a produzi-la aqui no Brasil”, disse o presidente. “Conversa muito produtiva. Se Deus quiser, brevemente estaremos resolvendo essa questão da vacina Sputnik”, concluiu.

O presidente da Anvisa, Antonio Barra Torres, comentou a missão à Rússia. “Temos nesse contato a confirmação do envio da nossa missão de vigilância sanitária para que possamos efetuar as inspeções em insumos e vacinas. Está previsto para essa semana que a Anvisa recebe o Sr. Alexey, embaixador da Rússia, também nessa mesma tratativa.”

Deixar um comentário

Por favor, digite seu comentário
Por favor, coloque seu nome aqui