Em Gravatá, ONG descobre canil clandestino com crânios e cães em estado de decomposição

0
742
Polícia Militar e AFAPPE vistoriando o canil clandestino. (Imagem: Reprodução / Vídeo)

Igor da Nóbrega

Durante uma visita social na Área Verde, a ONG Apoio de Famílias Pobres de Pernambuco (AFAPPE) acabou descobrindo um canil clandestino no município de Gravatá, Agreste de Pernambuco. No local, próximo à conhecida “rua da linha”, foram identificados ainda crânios e cães em estado de decomposição.

“Acionamos a Polícia Militar. Em conjunto, conseguimos realizar uma varredura. O caso ainda será resolvido pela Prefeitura de Gravatá, através da Vigilância Sanitária. Gostaria de agradecer, em especial, a tenente Rosângela pela importante ajuda com o caso”, destacou o presidência da Organização Não Governamental, José Roberto de Oliveira, popularmente conhecido por Roberto Gravatá.

Nos próximos dias, equipes do Corpo de Bombeiros e das Secretarias de Meio Ambiente, Defesa Civil e Assistência Social se deslocarão até o local para resgatar os animais que estão abandonados. “Também vamos na casa do proprietário, que não mora no mesmo lugar. Nossa suspeita é que ele realizava o abate dos cachorros”, concluiu Roberto Gravatá.

Confira, abaixo, o vídeo que mostra a operação no canil clandestino:

Deixar um comentário

Por favor, digite seu comentário
Por favor, coloque seu nome aqui